Portal Eletrolar.com

Notícias

Uso do reconhecimento facial vai muito além da segurança

O uso do reconhecimento facial permite aos varejistas identificarem rapidamente rapidamente os candidatos a um tratamento VIP

Reconhecimento facial
Reconhecimento facial era uma tecnologia restrita a ambientes de alta segurança. Mas esse recurso está se tornando atrativo para um grupo mais amplo de indústrias e aplicações.

Na prática, o reconhecimento facial faz a correspondência entre os rostos capturados no vídeo em tempo real e um banco de dados de imagens armazenadas. Quando um rosto é capturado pela câmera, a correspondência ocorre em tempo real e concede ou nega o acesso, ou ainda aciona um alarme para alertar as partes interessadas predeterminadas para que as medidas adequadas sejam tomadas.

Uma estação de ônibus em Madri, na Espanha, reduziu o número de incidentes de 5 por dia para 5 ao mês depois de adotar uma tecnologia de reconhecimento facial com câmeras da fabricante sueca Axis Communications.

Mas hoje o uso do reconhecimento facial vai muito além da segurança. O cruzamento da imagem do rosto de clientes com um banco de dados pode permitir que varejistas, hotéis e bancos identifiquem rapidamente aqueles candidatos a um tratamento VIP, por exemplo.

Além disso, reconhecer a expressão facial está se tornando uma ferramenta poderosa de Business Intelligence. Um shopping center na Finlândia, chamado Rajalla På Gränsen, entrou para a vanguarda do varejo mundial depois de adotar tecnologias que analisam o gênero, idade aproximada e até expressões faciais de quem circula pelos corredores.

“O conceito de reconhecimento facial está se popularizando graças aos avanços tecnológicos recentes, que aumentaram a precisão do sistema, mesmo que a pessoa esteja usando chapéu, óculos escuros e outros artifícios”, explica Andrei Junqueira, gerente de Vendas da Axis Communications.

Fonte: Trópico Comunicação

publicidade