Portal Eletrolar.com

Notícias

Sharp, da Foxconn, compra unidade de PCs da Toshiba

Ao comprar o que já foi a marca líder mundial de laptops pelo equivalente a R$ 160 milhões, Sharp avisou que vai manter a marca Dynabook.


Comprada pela chinesa Foxconn em 2016, a japonesa Sharp anunciou nesta terça, 05.06, que vai comprar a unidade de PCs da conterrânea Toshiba, em negócio avaliado em 4 bilhões de ienes, ou aproximadamente R$ 160 milhões. Na prática, marca a volta da Sharp ao mercado de computadores pessoais, de onde saiu em 2010, enquanto a Toshiba, que se desfaz de unidades diante de uma forte crise financeira, abandona o território no qual já foi líder.

A pioneira Toshiba, que lançou o primeiro PC do mundo em 1985, chegou a vender 18 milhões de computadores em um ano, quando esteve no topo, no início da década. No ano passado, foram somente 1,4 milhão de unidades. A empresa japonesa está fatiando e vendendo várias unidades para cobrir os prejuízos bilionários que teve pela compra da divisão nuclear Westinghouse nos EUA.

A Sharp, comprada pela Foxconn por US$ 3,5 bi há dois anos, deve se aproveitar da escala de produção de sua nova dona para viabilizar-se no mercado do qual saiu em 2010. A Foxconn, ou Hon Hai Precision Industry, é a maior fabricante terceirizada do planeta, famosa por montar os aparelhos iPhone, por exemplo. O valor de 4 bilhões de ienes corresponde a uma fatia de 80,1% do capital da Toshiba Client Solutions, em negócio que as empresas esperam concluído até outubro.

A Toshiba já vendeu sua unidade de televisores para a estatal chinesa de eletrodomésticos Hisense e os equipamentos de linha branca para a também chinesa Midea. Mas a joia da coroa foi a venda da unidade de semicondutores, por US$ 18 bilhões (quase R$ 70 bilhões) para um consórcio liderado pela Bain Capital mas que incluiu a SK Hynix, Apple, Dell, Seagate e Kingston.

Fonte: Convergência Digital

publicidade