Portal Eletrolar.com

Notícias

Mudanças na cúpula da Whirlpool

Armando Ennes do Valle Jr deixa o cargo de vice-presidente de relações institucionais e em seu lugar assume Bernardo Ribeiro dos Santos Gallina

A Whirlpool, dona das marcas Brastemp e Consul e maior fabricante de geladeiras e fogões do mundo, está mudando seu departamento de relações institucionais no Brasil e na América Latina.

Armando Ennes do Valle Jr está deixando o cargo de vice-presidente de relações institucionais da companhia para a região. Em seu lugar, assume Bernardo Ribeiro dos Santos Gallina, atual vice-presidente jurídico e de relações com investidores.

Valle Jr, há 20 anos na Whirlpool, deixará também a cadeira no conselho de administração da companhia. Pelos próximos dois anos, o executivo vai apoiar Gallina, atuando como diretor da Whirlpool Amazonas, instalada em Manaus. Valle Jr também vai se dedicar a atrair investimentos para Manaus, onde mora há 33 anos. Para isso, ficou sócio do escritório de advocacia DD&L Associados, especializado em legislação referente à Zona Franca de Manaus.

Gallina vai acumular as três funções – áreas jurídica, de relações com os investidores e de relações institucionais – e continua reportando-se ao presidente João Carlos Brega. Na companhia há 15 anos, Gallina fez carreira na Embraco, a fabricante de compressores vendida pela Whirlpool à japonesa Nidec neste ano. Uma de suas novas missões é estabelecer contatos com o governo de Jair Bolsonaro e com o Congresso.

O setor de eletrodomésticos tem parte da produção na Zona Franca de Manaus, cujas regras podem mudar nas mãos de Bolsonaro. O governo Temer reduziu, recentemente, o benefício a bebidas. A PepsiCo, então, decidiu fechar sua fábrica de xarope em Manaus.

Fonte: Valor Econômico

publicidade