Portal Eletrolar.com

Notícias

“Estamos nos preparando para internacionalizar a empresa a partir de 2021”, diz o fundador da Polishop

Varejista aposta em nova estratégia de entrada em mercados estrangeiros, com foco em marcas próprias e, se tudo der certo, no varejo americano

João Appolinário, fundador da Polishop

João Appolinário, fundador da Polishop


O empresário João Appolinário, fundador da Polishop, volta a tentar a sorte no Exterior depois de duas experiências malsucedidas na Argentina e no México, no fim da década passada. Desta vez, ele está seguro que aprendeu com os erros e tem uma nova estratégia de entrada em mercados estrangeiros: o foco em marcas próprias e, se tudo der certo, a conquista dos Estados Unidos. Appolinário, que construiu um império de varejo multiplataforma a partir da venda de produtos pela televisão e hoje tem uma rede própria de lojas físicas e virtuais e fábrica em Manaus, quer fazer a América.

Em entrevista à revista IstoÉ Dinheiro, o executivo disse que está se preparando para internacionalizar a empresa a partir de 2021. “Nosso projeto de longo prazo é criar marcas próprias para poder ultrapassar fronteiras. Quando falo de uma marca como a Air Fry, por exemplo, fico limitado ao mercado brasileiro. Estamos focando cada vez mais em produtos com benefícios específicos e marcas próprias. Estamos fazendo parcerias. Fizemos uma parceria com a GA.MA para os produtos da be emotion, por exemplo”.

Appolinário não antecipa os mercados que pretende explorar. “Pode ser na America Latina. Mas estamos sempre olhando o mercado americano. Na hora que pega um mercado deste tamanho, você consegue depois escorrer para todos os lados. Estamos vendo uma oportunidade dentro dos Estados Unidos, que seria uma coisa já maior, mais encorpada, e países da América do Sul. É importante localizar o melhor parceiro local nesses países, alguém estratégico. Nosso modelo é ter um sócio local que conheça o mercado. Não quero entrar sozinho, mas usar minha inteligência de negócios e a inteligência dele como parceiro local”, explica.

Fonte: IstoÉ Dinheiro

publicidade