Brightstar mira a liderança no mercado brasileiro - Portal Eletrolar.com
Portal Eletrolar.com

Notícias

Brightstar mira a liderança no mercado brasileiro

“Temos 2.000 postos de coleta, em todo o Brasil, de aparelhos usados em lojas da Apple, Magazine Luiza, Via Varejo, Saraiva, Fenac e Vivo”

VAN_1624Expositora da Eletrolar Show, a Brightstar está disposta a assumir a liderança do mercado de celulares usados no Brasil. “Temos 2.000 postos de coleta, em todo o Brasil, de aparelhos usados em lojas da Apple, Magazine Luiza, Via Varejo, Saraiva, Fenac e Vivo”, conta o presidente da empresa, José Froes. Os aparelhos coletados são reformados, se preciso, e revendidos no mercado online. “Com a Vivo, atuamos com a compra garantida, ou seja, quando a pessoa compra um aparelho ela sabe na hora o quanto ele valerá na operadora, na troca por um novo, após 15 meses de uso”, diz o presidente.
A empresa, agora, quer expandir a venda dos aparelhos que coleta no varejo físico. O valor de um desses, sempre de marcas renomadas, é 30% mais baixo do que um novo. “Será mais um negócio para o varejo oferecer ao seu consumidor”, explica José. O mercado de celulares usados e o ticket médio desses aparelhos vêm crescendo porque há uma tendência de fazer leasing caso da compra de um produto que será trocado após alguns anos, uma vez que a tecnologia avança e aguça no consumidor o desejo pelas novidades.
O fator cultural tem influência na opção entre o novo e o usado, mas o fato é que no Brasil, hoje, de cada 10 celulares vendidos, de dois a três são semi-novos. “Este ano, vamos coletar Execut500 mil aparelhos e a meta é de cinco milhões nos próximos quatro anos”, conta o presidente da empresa que pertence ao Grupo Softbank, presente em 55 países. Além de seu portfólio, a empresa atua no gerenciamento da cadeia de suprimentos para as operadoras de telefonia celular.
Executivo da Brightstar desde 2001, o atual presidente, formado em marketing e com mestrado em distribuição pela Universidade do Texas, exerceu suas funções nos Estados Unidos, na América Latina, onde respondeu pela área de OBN (desenvolvimento de produtos para a região com a marca Brightstar), na India e na África. No continente africano, seu trabalho se estendeu também ao Oriente médio. Sediada em Alphaville, a empresa tem centro de logística em Jundiaí (SP) e dá garantia de três meses aos produtos que revende.

publicidade