Portal Eletrolar.com

Notícias

Bitcoin atinge recorde de US$11 mil

A evidência sugere que alguns dos usuários estão comprando bitcoin para usá-lo como meio de troca, mas também especulando.

A bitcoin passou dos US$11 mil atingindo uma máxima histórica pelo sexto dia consecutivo nesta quarta-feira 29.11, após subir mais de US$ 1 mil em apenas 12 horas, aumentando preocupações de que uma bolha exploda de forma espetacular.

Depois de subir mais de mil por cento desde o início do ano, a bitcoin subiu 15% nesta quarta-feira. A criptomoeda atingiu US$ 10 mil pela primeira vez no início das negociações na Ásia, antes de subir para US$ 11.395 menos de 12 horas na bolsa BTStamp, em Luxemburgo.

A rápida ascensão da bitcoin levou a inúmeros alertas de que a criptomoeda virou uma bolha. Mas as advertências tiveram pouco efeito, com dezenas de novos hedge funds de moedas virtuais entrando no mercado e investidores de varejo se multiplicando.

O Blockchain.info, com sede em Londres, um dos maiores fornecedores globais de carteiras de bitcoin, disse à Reuters que adicionou um número recorde de novos usuários na terça-feira, com mais de 100 mil clientes se inscrevendo, elevando o número total para mais de 19 milhões.

A evidência sugere que alguns dos usuários estão comprando bitcoin para usá-lo como meio de troca, mas também especulando.

“O que está acontecendo não tem nada a ver com a funcionalidade do bitcoin como moeda”, disse Garrick Hileman, pesquisador da Universidade de Cambridge. “É uma bolha que se corrigirá em algum momento e as pessoas precisam ter muito cuidado”.

Hileman, que na semana passada deu palestra no Banco da Inglaterra sobre os riscos da bitcoin e outras criptomoedas, também afirmou que há risco de o mercado entrar em colapso.

Fonte: Reuters

publicidade