Portal Eletrolar.com

Artigos

  • 12/11/2018 | 10h13

Expectativas e esperanças para o Natal e a Black Friday

Por: José Jorge do Nascimento Junior, presidente da Eletros

Iniciamos 2018 com uma perspectiva otimista e uma grande expectativa por melhoras significativas na economia que apontassem para uma retomada do crescimento do setor eletroeletrônico. Contudo, infelizmente, não alcançamos os resultados almejados até o momento, e a previsão de crescermos 15% neste ano chegou a ser revista para 10%. Hoje, prevemos a comercialização de 11,5 milhões de TVs no acumulado, em linha com as 11,3 milhões de unidades registradas em 2017, mas 10% menor do que o anteriormente previsto para 2018. A linha branca prevê um aumento de 3% em relação a 2017, e o segmento de portáteis estima crescer 2%, na comparação com o ano passado.

Estamos nos aproximando dos meses de novembro e dezembro, normalmente os mais importantes para o mercado de eletrodomésticos, com a Black Friday e o Natal, e renovamos a esperança de que poderemos, enfim, ter um ambiente de negócios propício para que o consumidor se sinta confortável e seguro para adquirir novos produtos. Mas, para que isso se torne realidade, temos que superar muitos desafios.

A ociosidade nas fábricas ainda preocupa, e a recuperação lenta dos níveis de emprego e de crédito é alerta para a necessidade de mudanças rápidas no ambiente econômico, que tragam maior confiança para os investidores e consumidores. O tabelamento do frete rodoviário, a alta variação cambial e o aumento dos preços de insumos importantes como o aço e as resinas impactaram de forma significativa os custos fabris. As incertezas eleitorais, é claro, também pesaram, mas com o término do período eleitoral devemos ter uma maior clareza dos rumos do País.

De sua parte, as indústrias seguem comprometidas e empenhadas em oferecer produtos de qualidade, com tecnologia de ponta, preços acessíveis e alinhados com os desejos do consumidor – assim como estamos vendo o varejo se movimentar para criar condições favoráveis que facilitem as compras. É a sinergia de ações!

Nosso próximo termômetro será a Black Friday, que já consideramos uma data consolidada importante para o varejo no Brasil. As indústrias e o varejo oferecerão oportunidades únicas aos consumidores. No Natal, vale a mesma premissa. Acreditamos que essas datas sejam positivas para o segmento eletroeletrônico.

Esperamos que este final de ano seja uma amostra do poder do mercado brasileiro de se recuperar, investir e criar postos de trabalho. O último trimestre tem que ser o momento da verdadeira retomada do crescimento da nossa economia, para iniciarmos 2019 com uma dinâmica mais positiva. A Eletros e seus associados acreditam nisso e não mediremos esforços para que isso ocorra.

Fonte: Revista Eletrolar News ed. 127

publicidade