Portal Eletrolar.com

Notícias

Após suspender IPO, Multilaser amplia previsões para 2018

A previsão atual da empresa é de faturamento bruto de cerca de R$ 2,4 bilhões para este ano.

Renato Feder, CEO


A empresa de produtos eletrônicos Multilaser está caminhando para fechar 2018 com desempenho superior ao informado meses atrás a investidores quando se preparava para listar suas ações na bolsa paulista.

“Nossa receita bruta e o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) devem ser maiores do que os que prevíamos para o ano”, disse em entrevista à Reuters o presidente-executivo da Multilaser, Renato Feder.

A previsão atual da empresa é de faturamento bruto de cerca de 2,4 bilhões de reais para este ano. No prospecto preliminar da oferta de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), a receita bruta anualizada do primeiro trimestre apontava para cerca de 2 bilhões de reais neste exercício. A Multilaser teve receita líquida de R$ 1,5 bilhão em 2017, alta de 31,7% sobre o ano anterior.

Já o Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização, na sigla em inglês) estimado para 2018 é agora de R$ 315 milhões, contra montante anualizado de cerca de R$ 270 milhões registrado no prospecto.

Segundo Feder, essa expansão maior reflete em parte o forte crescimento das receitas em novos negócios, como produtos para bebês (brinquedos, mamadeiras, carrinhos) e fibra ótica.

“Em ambos os casos, são crescimentos acima de 200% em relação ao mesmo período do ano passado”, disse o executivo.

A Multilaser afirma que também detém cerca de 65% do mercado de pen drives, 32% dos cartões de memória e de 26% dos tablets no País. A empresa, que tem duas fábricas no Brasil, também fabrica smartphones, notebooks e acessórios de computador, áudio e vídeo, segurança eletrônica. A maioria dos componentes dos produtos eletrônicos são importados da China.

A companhia pediu registro para IPO na segunda quinzena de maio, no meio da greve dos caminhoneiros que paralisou o País. Os efeitos negativos dessa paralisação sobre a atividade econômica e a subsequente queda forte das ações brasileiras acabaram fazendo a Multilaser suspender os planos de estreia na bolsa.

Como a volatilidade no mercado acionário se manteve nos meses seguintes, diante do início da corrida presidencial e incertezas sobre o rumo dos juros nos Estados Unidos, todas as empresas que planejavam vender ações no mercado engavetaram os planos.

“Estamos pensando se vamos retomar a operação, mas só vamos tentar de novo se tivermos certeza”, disse Feder.

Fonte: Reuters

publicidade