Portal Eletrolar.com

Notícias

85% dos brasileiros vão usar 13º salário para pagar dívidas

O número é maior na comparação com os anos anteriores


O porcentual de consumidores que pretendem usar o 13º salário para pagar dívidas aumentou. É o que mostra uma pesquisa realizada junto a 1.045 consumidores de todas as classes sociais, pela Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). Dos entrevistados, 85% têm esse objetivo este ano, enquanto em 2016, eram 81% e, em 2015, 74%.

A grande maioria , 94%, tem dívida no cheque especial e no cartão de crédito e pretende regularizar a situação com as duas parcelas do 13º salário, pagas nos dias 30 de novembro e 20 de dezembro. O cartão é a linha de crédito mais presente na composição de dívidas em aberto, 51% – um crescimento de 6,25% em relação a 2016. O cheque especial também aumentou 4,88%, chegando a 43% dos consumidores endividados nessa modalidade.

Consequentemente, a intenção de compra de presentes caiu 16,67%. Aplicar o dinheiro para usar nas despesas de janeiro, como o pagamento de IPVA, IPTU, matrículas e materiais escolares, deixou de ser o plano de 33,33% este ano.

Consumo

Segundo a pesquisa, roupas, com 70%, e celulares, com 61%, são os produtos mais almejados neste fim de ano. Brinquedos atraem 42%, uma redução de 4,55% em relação a 2016, que pode ser atribuída à mudança de hábitos de consumo do público infantil, que vem preferindo cada vez mais produtos eletrônicos e celulares, acredita a Anefac.

Mas diminuir gastos no Natal e fazer compras à vista, evitando contrair mais dívidas, é uma preocupação do brasileiro. Houve um aumento de 1,16% no número de consumidores que querem utilizar recursos próprios para as compras de Natal e uma redução de 22,22% entre aqueles que vão utilizar financiamentos bancários.

Fonte: Veja.com

publicidade